Orientação a Objetos

  • Então chega o ponto na programação onde você precisa que um componente se comporte do jeito que você quer, mas infelizmente ele não possui a propriedade, evento ou método que você precisa. A forma clássica de resolver esse problema seria criar um componente derivado e incluir nele tudo que você precisa. O que muita gente não sabe é que existe uma abordagem mais simples e rápida, caso sua intenção não seja criar um novo componente. Quer saber como? Continue lendo!

Ajude nosso site visitando nossos patrocinadores!

Temos 34 visitantes e Nenhum membro online nos últimos 10 minutos (3.4 visitantes por minuto).